Posts in category

Visão Literária


Não importa o teu livro de história E se tuas andanças vai além da geografia Eu quero é poder adicionar prazeres Dividir momentos bons Multiplicar querenças Equacionar vontades Sentir o ponto físico no teu abraçar Deixar fluir a química em seus braços Emudecer com seus beijos líricos E entres afagos sentir a anatomia do teu …

0 46

O Candeeiro se apagou, a luz sumiu alguém partiu, pouco restou em plenas noites frias de verão, onde o calor dos corpos molhados de suor a escorrer em  suas vestes molhadas, onde unidas mostrava toda curvatura de um ser moreno, que ao bailar servia de luzeiro a aqueles que ainda brindavam aos goles de cervejas …

0 48

Não é Natal, mas ouço o cantarolar das Pastorinhas… “Boa noite meus senhores todos, Boa noite senhoras também, Somos nós as pastorinhas belas, que alegremente vamos a Belém”. O rimar das Cheganças, com seus Marujos, De suas indumentárias  pomposas, Que alardeava em cada canto onde as meninas sonhavam e vibravam, E o Mateu e Catarina, …

0 48

Olhando pelo retrovisor me vejo mesquinho a distanciar de tudo que outrora me cercava e aquele vazio começa à ser preenchido com uma vontade imensa de ficar, de correr pelos campos e reviver cada cantinho, sentar naquele banquinho de ripas crespas ou na rede armada entre frondosas árvores onde sombreia boa parte do alpendre da …

0 59

Se tenho um bem acarinhado, Que posso me doar por inteiro Debruçar em seus braços, Beber da fonte do desejo Ver um mundo de forma estranho, Mas de olhares broxantes, Onde as incertezas te faz cobrir De desejos loucos de leques em uso, E adormecer entre plumas, peitos e coxas. Valter Lima

0 60

Fui extremamente adulta quando assimilei as travessuras de quando criança conseguia abrir um sorriso de cara sisuda, como se aquilo à mostrar tivesse algo que o fizesse amadurecer, guiava meus tropos passos que mesmo sem direção definida buscava a cada amanhecer um lampejo que o fizesse arder com brandura, já que as atribulações repentinas para mim  já companheira, transformava …

0 50

Nesse momento que cada um busca abraçar desejar boas festas, confraternizando-se é momento também de cada um retroceder um pouco e ver se realmente sua missão durante o ano foi dedicado a aquele que bateu a sua porta e não negaste, Se nu, desse agasalho, Se faminto, desse o que comer, Se descalço, ofereceste sapatos, …

0 53

Num mundo mágico cheio de fantasias e belezas já não vejo mais loucuras de meninos a desenhar nas paredes ilusórias, o seu mundo pretendido suas andanças se podemos assim dizer; resumem em caminhos incertos em trilhas muitas vezes nebulosas, o lado escuro fantasiado de bem querer. Aqueles que lhe rodeiam quando meninos foram pequenos a …

0 64

Gosto amargo que adocica outras bocas Murmura em silencio que faz acordar, Prendem gestos e debruça sorrisos soltos Caça trilhas num mundo perdido, Sentes um ar sombrio no canto dos olhos E põe clareza em tudo que faz, Traz consigo um jeito moleque Que caçoa, brinca e não se deixa domar Faz gestos de ira, …

0 58

Te querer E não ver acordar em teu canto de olhos Deduzir que acordou contente E não sentir escorrer de sua boca Um sorriso breve Um beijo na testa, Buscar encontrar suas mãos Me sinto cigano, Sem rumo a tomar Mesmo sendo o condutor do destino Já não sei como seguir, E nesse desencontros aparentes …

0 294