Posts in category

Visão Poética


Do carnaval das machinhas do mela-mela na pracinha, Do boi de carnaval que encantava geral, Dos confetes e serpentinas para fazer a alegria das meninas. Da ala ursa que assustava com sua arapuca, dos bailes a fantasia que era puro frescor e alegria. Das virgens de Matriz, onde muitas eram aprendiz, que com muito brilho …

0 44

Aprendi com o tempo a esperar, a sufocar desejos, repensar atitudes, Em fim, perceber que a espera é necessária. Aprendi que cada página da vida deve ser escrita ao longo da nossa história. O tempo, o tempo recria momentos, nos ensina que saber caminhar é preciso, e como é preciso. numa jornada adversa que é …

0 53