FLÓREA Seu jeito desconforme de se trajar Meia louca, irreverente descuidada Corpo exposto, a mascar chiclete Cabelos aos ventos sem penteio revoltantes, E você a se importar com as folhas Que caem em dias de outonos, E o entardecer em dias de primavera, Que brotam lindas flores. E não sabendo como procurar Me vejo impotente, …

0 53

A LUA Lua cheia de amor Dar-me um pouco de ti Para que eu possa levar A alguém longe daqui Um pouquinho desse amor Fazendo de o escuro sair Quem sabe na longa viagem Encontrar-te diferente Tu sendo Minguante ou Nova Sempre me deixa contente Pois sei que logo-logo Tu és Cheia novamente Então quero …

0 58

Somos parte de um mundo desconhecidos, onde podemos cantar correr, pular provocar risos em momentos de tristezas e transformar em choros quando a emoção nos aflora ou em alegrias recebidas. No peito pulsante um coração bate cadentemente e o fluir sanguíneo bombeia todo o corpo em cada canto e recanto, sem nenhum preconceito entre os …

0 66

SONHOS INACABADOS Eu quero deitar no seu corpo quente Relaxar, sonhar de olhos abertos, Ver tudo e não dizer nada, Ser amigo ao dialogo enquanto teu corpo se despe, Entranhar-me nas suas saliências Me sentir estranho ao despertar, Buscar riquezas entre ruínas arenosas Ter em cada abrir e fechar de olhos, Clareza de um sorriso …

0 55

E quando as cortinas se fecham O artista volta a coxia Desfaz a maquiagem Retira suas vestes Anéis, colares, pulseiras, O personagem se despersonaliza Retira as máscaras volta à realidade, Onde encontra outros artistas, De caras limpas, de olhares sisudos, Que aprenderam a dar cor e brilho no cenário, Com seus figurinos impecáveis, Uma sonoplastia …

0 84

Estamos no ponto à espera da próxima locomotiva que possa chegar com vagas e possamos nos acomodar a bagagem!… Há quantas bagagens que mesmo lacradas nos causam aquela expectativa nos transeuntes que freneticamente se movimentam no saguão no parque rodoviário. Não sou mais um na multidão, mas aquele que faz parte da miscigenação volumosa, onde …

0 66

Deixa-me despi desse segredo louco, Que me aflora a alma e minha boca faz calar, Fazer com vagar a leitura de seus beijos, E que o enovelar em seu corpo se mostre carentes na forma de amar, Que cada um se respeite e se aceitem, Retirem a máscara, se façam inocentes, Que sejamos cúmplices e jamais …

0 73

Que amor é esse que tu mostra, deixando aturdido a mim e aos outros reflexo de um ciúme as claras, não quero perder esse jogo de olhar desejoso quando cruzamos por caminhos que nos faz revelar um desejo contrito. Somos culpados desses momentos, onde deixamos escorrer entre dúvidas e ilusões e sem querer nos tornamos …

0 74

Querer te ver em cada canto que eu esteja seria de um prazer imensurável, te olhar de forma mesquinha sem poder abrir um leque, onde a dimensão de seu sorriso me deixa prisioneiro, sem armadilha nem grades e por mais que tente te tocar, meus braços tornam inatingíveis aos seus, mãos sinalizam em gestos cautelosos …

0 83

Uma vítima que paga por ser de cor, um desejo mesclado com sabor, onde o doce e amargo faz balancear de tal forma que chegamos a pensar onde deixei cair um ranço impróprio, aos olhos desejosos imaturos. Convergências sem graças, sentimentos negados, preços sem valores definidos, ilusões que sequencia a cada despertar, onde seu modelar raivoso …

0 86