Historiador de Porto Calvo encontra uma “Jóia Rara” uma bela bala de pedra


O maior nome da história Cultural de Porto Calvo, na atualidade é Adelmo Monteiro, ele é o dono do Museu e tem catalogado no Museu de Calabar centenas de peças que mantém vivo aquele belo acervo cultural que montou e que contém, mapas, documentos, objetos diversos e balas de canhão de ferro, na quinta-feira, 25, encontrou mais uma “Jóia Rara” para o seu acervo, uma “Bala de Canhão de Pedra”, para colocar no seu museu.
O Museu de Calabar é uma referência na histórica Porto Calvo e na Região Norte, isto fruto do trabalho e esforço solitário do historiador Adelmo Monteiro que vem aos poucos remontando a história esquecida deste belo lugar que é Porto Calvo, “Terra de Calabar”, e de Adelmo Monteiro.
Após a pandemia a bela “Bala de canhão de Pedra”, estará exposta no Museu.
#visaodealagoas

Anterior Renan Filho atende solicitação de Cibele Moura e autoriza a liberação do auxílio alimentação
Próximo Abrahão Moura e Emanuella Moura, são as apostas do Democrata na Região Norte de Alagoas

Sem Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *