Projeto autoriza policiais a exercerem atividade remunerada durante a folga


Rio de Janeiro - Policiais durante posse do coronel Luis Cláudio Laviano como comandante da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) em solenidade no Batalhão de Polícia de Choque (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Tramita na Câmara dos Deputados, projeto de lei, de autoria do deputado Filipe Barros (PSL-PR), que permite que integrantes de forças policiais possam exercer atividades profissionais fora do horário de expediente de sua atividade policial. O texto será analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

De acordo com o autor da proposta, essa permissão deve ocorrer devido aos seguintes fatores: salários de forças policiais no Brasil, carga horária em sua atividade policial e alta capacidade de integrantes de forças policiais em manusear seus armamentos.

“Esses profissionais são treinados para o correto manuseio de armas de fogo. Desse modo, a utilização de forças policiais em empresas do setor privado contribui para o fortalecimento da sensação de segurança nesses locais, beneficiando não apenas o ente privado, mas também toda a sociedade”, disse Filipe Barros.

Anterior Assembleia Legislativa de Alagoas retoma os trabalhos legislativos nesta terça-feira
Próximo Tânia Sales, criadora do Baile à Fantasia

Sem Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *