domingo, 19 de setembro de 2021
Últimas

Estou passeando por terras de pescadores, descascadores de cocos, carroceiros, homem do campo e também de mulheres guerreiras do lar, terra desconhecida para muitos e para mim bem familiar. Estou a descortinar cada cenário que me enche os olhos. Sou aquele artista em cena, diante de uma plateia sisuda que se prendem aos aplausos e …

0 47

As melhores fases de conquistas não apenas se conquista, abre-se espaços para bons papos onde se começa o melhor conhecer, a princípio um pouco amistoso onde vai se desenvolvendo e com o passar dos tempos, aquele eu e tu se grudam de maneira que mesmo estando em polos diferentes a imagem acaba fazendo parte de …

0 51

Minha pequena adorada, Cobiçada e arredia aos desfrutes, Morena na cor e multicolorida em suas nuances a beira-mar Que adornada de guarda-sóis, torna miscigenada. Com seu tempero, Torna apetitosa vindo a atrair aqueles que por mais Longínquo que vivem, E sempre mostra um gostinho especial de tratar a todos sem distinção. De suas piscinas incrustadas, …

0 61

Entre quatro paredes de uma cela Dentro de uma sociedade que me trai Vivo em busca de uma fuga impossível No salão os doutores se distraem Fora ouço multidões que gritam, Prendam e soltem Barrabás!…    Que mal fiz?…  Perplexo pergunto Só por não ter nada em custeio Você condena-me inocente Talvez, por um dia …

0 54

Num espaço qualquer Ele existe, Ninguém o vê, Mas segue com fé, Pois Ele é a Verdade, O Caminho sem fim D E U Sempre junto de mim.     Valter Lima

0 55

No baile ela dançava em rodopio Atraindo olhares se fazendo de discreta, Não conseguia fixar olhar, desviava com trejeito incauto Abria os braços abraçando o vazio, Ria e cantava em coro ritmado, Bebia em goles cadenciados, não negava sua juventude Que energeticamente se fazia preparada, Disputava entre as outras mulheres, todo os ritmos e todas …

0 62

Seja minha Professora de línguas, Deixe aflorar teu céu de boca infinito Tentar descobri esse mistério de falar E passear em teu corpo, sem me preocupar com as curvas Se côncava ou convexa eu quero perto de você me perder Revirar entranhas e deslizar em montes e planícies Ver e curtir as ondulações encontradas, E …

0 49

Sendo um Matuto Camubemba nascido e criado na Brenha, precisava dar um Bordejo e colher alguns conhecimentos da vida urbana, trocar uns Floreios para Desopilar, traçar uns Carteados e que pudesse também desenvolver os meus. Por ser um sujeito Cabreiro com as coisas da cidade grande, sentia um Songamonga, Desmilinguido diante de tudo aquilo a rodear. Tudo que via ficava sem jeito para Imburacar, até porque não sentia Estribado para poder Coisar e para os cantos …

0 54

Um banco escuro que se mostra envelhecido no canto da sala, ao lado cadeiras com balanços que ritmicamente não paravam de ir e vim como gangorra no parque de diversão, sempre tinha alguém que se encostava já anunciando que outro saísse e então pudesse também sentar e balançar. Cenas repetidas crianças rindo as soltas na …

0 61

A margem de um suspiro findo debruça ansioso aquele que já arruma as malas. Vamos passando o que mais importa, traga aquelas lembrancinhas recebidas, deixem fora os desentendimentos os “nãos” dados e se os “sim” acumular demais faz de conta que esqueci e deixa guardadinhos em grandes espaços, para que se um dia precisar saber …

0 77

MENU

Voltar